Postado dia 26 julho 2013

Como Evitar Pontas Duplas nos Cabelos




Olá leitores do Cabelos E Sonhos.

O cabelo tem sua estrutura e se essa for modificada de forma brusca, ou mesmo pelo tempo, alguns problemas podem surgir, dentre eles a formação de pontas duplas. Mas existe algo que pode ser feito para que elas não venham a se formar?


O que faço agora???


Pontas duplas, também conhecidas como Trichopitilosis se formam por alguns fatores, dentre eles, e na minha opinião, os mais fortes são a falta regular de corte aliados aos procedimentos químicos.


Não que os procedimentos químicos causem as pontas duplas, mas ajudam na formação pois alteram e afetam a estrutura interna do cabelo, principalmente o cimento intercelular.

Existem os motivos da formação das pontas duplas, e não vou falar disso nesse post porque não é o nosso objetivo e até porque eu já falei sobre a própria formação de pontas duplas em uma outra matéria, que inclusive ajudou e ajuda muita gente, veja:

Fato é que você gostando do que falo ou não, aceitando ou não, seu cabelo vai formar pontas duplas se você não tiver uma regularidade de corte. Digo regularidade de 3/3 meses NO MÁXIMO.

E existem algumas formas de evitar a formação de pontas duplas, e creio que você já começou a raciocinar se estiver lendo a matéria com desejo de aprender e não somente de saber como resolver um problema.

É uma linha lógico/racional.

E já adianto que após as pontas duplas se formarem, aliásssssss, ao invés de falar vou perguntar: produto de cabelo reduz ou fecha pontas duplas?

Que tal ver a resposta e o raciocínio nesta outra matéria:

O meios mais eficazes de se evitar a formação de pontas duplas é cauterizando o fio e cortando o mesmo. Seguem as explicações.

O fio possui uma estrutura formada por cutículas e córtex (alguns defendem a existência da medula, eu também defendia mas depois de estudar a formação capilar desde o átomo até o fio em si, passando por toda a formação, essa tese me pareceu sem sentido) além do cimento intercelular.

Quando o fio é cauterizado ele passa por um tratamento de dentro para fora, e é a parte de dentro que nos interessa pois se está bem por dentro se estará bem por fora. Um fio com falta de elementos essenciais no se córtex tende a vir para fora em forma de problema.

E quando falo de cauterização falo da cauterização a frio. A quente tem o problema da queratina e do calor desidratante da chapinha. Sobre a queratina você pode ler um pouco mais na matéria sobre "a queratina no CCB" que você encontra na aba lá em cima ao lado de Cursos.

Entretanto não basta somente tratar o fio, pois este tem sua deterioração temporal, ou seja, causada pelo tempo. Um fio tem em média uma vida de 6 anos. E o passar do tempo faz com que as extremidades sintam esse tempo além de todos os produtos e procedimentos danosos ao fio.

E é justamente nessa questão que entra o corte regular de cabelo. Somente ele poderá CICATRIZAR o fio e impedir que ele enfraqueça nas extremidades, pontas, e venha a se romper originando as pontas duplas.

Portanto siga esses dois passos e veja que seu cabelo dificilmente formará pontas duplas. Digo dificilmente porque tem pessoas que acham que não é bem assim então fazer o quê né...



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...