Postado dia 25 junho 2015

Devo tratar o cabelo antes ou depois da química




Tratar os cabelos é necessário para dar vida e força aos mesmos. Mas há diferença entre tratar antes e tratar depois da química e isso faz certa diferença dependendo do estado do cabelo. Qual a forma mais indicada?




Feitos pré química

Sempre digo que o cabelo deve estar em um nível sempre neutro, no sentido de tratamento/dano. Por exemplo: imagine uma balança daquela de pratos. Imagine que de um lado são colocados os danos e do outro lado os tratamentos e recuperação do fio.

Agora imagine que você faça mechas, depois faça coloração, depois faça progressiva, daí volte para as mechas... Como vai ficar a balança? Pendendo somente para um lado. E como vai ficar o outro lado? Sem nada!

Agora pense nisso em relação ao cabelo? Bom, antes de continuar vou sugerir que você siga nosso Instagram @cabelosesonhos porque lá postamos fotos de trabalhos e resultados que não postamos aqui.

Eu já falei aqui sobre a importância do tratamento pós química, que apesar de muitos não darem importância, porque "já fazem assim há tanto tempo e nunca aconteceu nada" é extremamente importante para manter o cabelo saudável, confira:


Geralmente o pensamento é: vamos fazer a química primeiro e depois reparar o dano!

Mas eu indico o contrário: fazer o tratamento pré-química para depois fazer o procedimento.

Vamos à explicação. Mesmo que o cabelo seja um fio natural, ou seja, virgem, ele já sofreu danos. Danos mecânicos, danos psicofísicos, danos ambientais, e todos esses danos desgastam o fio, ainda que somente em termos superficiais (cutículas).

Eu sempre digo aqui no salão que o cabelo é sim uma fibra morta mas "recuperável e destrutível). Assim podemos entender que o cabelo tanto pode ser destruído (e isso quase não existe né gente), quanto pode ser recuperado.

Para que você entenda melhor sobre a pré-química que tanto estamos falando aqui, dê uma olhadinha no post sobre a importância dela nos fios:

Lembram da balança? Pense o inverso: imagine que você coloque tratamento de um lado somente. O cabelo vai ficar com mais saúde do que dano, certo? Então quando você fizer a química o fio não sofrerá tanto.

Já no caso contrário, se o cabelo é primeiro danificado, levando em consideração que a maioria não é virgem, e mesmo que seja tem os danos que eu citei acima, o tratamento irá recuperar mas poderá não ser tão eficiente quanto se feito antes, até porque (meu povo, e minha pova), o tratamento pré faz com que as cutículas fiquem mais fechadas, abrandando, assim, os efeitos da química.

Essa é minha posição e é o que costumo passar nos cursos e também praticar aqui no salão.

E deixo claro que: não há problema algum fazer a pré e logo depois a pós química. Lembre da balança...



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...