Postado dia

Autor







Nunca pensei em ser cabeleireiro. Achava muito estranho. Preconceito normal na adolescência.

Sempre tive vontade de mudar as coisas ao meu redor. Uma sede de fazer algo diferente, de ajudar, de tornar real algo que ficava somente no inconsciente da maioria das pessoas.

Mas ser cabeleireiro jamais!

Trabalhei como servente de pedreiro na adolescência, de vendedor de seguro, de almoxarife em uma empresa de ônibus, vendi carteira de couro na rua...

Aos 19 anos de idade trabalhava em uma empresa de ônibus, como auxiliar de almoxarife, no turno da madrugada quando um dia fui à um salão e enquanto esperava vi uma cabeleireira fazer, em 20 minutos, um penteado e cobrar 40 reais. Puxa! Era o triplo do que eu ganhava por dia!

Nesse dia lembro que fiquei muito pensativo...40 reais...em 20 minutos...

Comentei com uma pessoa que estava ao lado: "Poxa eu faria um penteado melhor que esse, e ela ganhou o triplo do que ganho em um dia de trabalho"...

A resposta foi o estopim: "Então por que você não faz um curso de cabeleireiro e tenta a sorte?".

No mês seguinte eu estava lá, começando o meu curso básico de cabeleireiro.

Pensei em desistir duas vezes. Eu era grosso, bruto, estava acostumado com serviço pesado, levava duas horas para escovar um cabelo médio e ficava péssimo. Meus colegas voavam no curso e eu ficava para trás.

O maior incentivo veio quando um senhor disse que se eu "dependesse de cortar cabelo para viver eu morreria de fome". Eu decidi que iria, um dia, contar essa experiência e lembrar desse senhor...com agradecimento.

Sou atuante a 11 anos, me especializei em colorimetria, tratamento de cabelos com danos crônicos, corte e forma.

Já fui professor de cabeleireiro em uma grande escola de Belo Horizonte/MG, cidade onde atuo, e hoje também sou Especialista Master Redken e educador pela marca, como também atendo em salões fora de MG.

Criei o blog Cabelos E Sonhos em 2010 no intuito de manter vivos alguns aprendizados da época de curso básico que comumente os profissionais acabam esquecendo, e também por pedidos de colegas de faculdade que viviam atormentando meus intervalos com perguntas sobre cabelos (risos).

Tenho a oportunidade de atender pessoas que saem de vários lugares do estado, e do Brasil também, o que me deixa muito contente por saber que, pelo menos para alguns, tenho podido contribuir para deixá-los mais contentes com o cabelo e também com a auto estima, além de poder estar ajudando tantos colegas de profissão através do Cabelos E Sonhos.

Muitos perguntam de onde vem minhas inspirações, e eu sei: do Deus que eu sirvo, que me guia, me inspira nas ocasiões mais inusitadas, nos casos mais impossíveis, em circunstâncias mais contrárias. Depois que decidi que o Senhor Jesus seria meu guia aí sim pude experimentar um crescimento real.


Marlon Bruno

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...