8 O Engano da Plastica Capilar - Cabelos E Sonhos

Postado dia 22 março 2013

O Engano da Plastica Capilar




Olá leitores do Cabelos E Sonhos.

Recentemente demos uma entrevista para uma revista da Abril e uma das questões abordadas foi justamente sobre a plástica capilar. E como algumas pessoas, ou muitas eu diria, tem me perguntado sobre isso então resolvi falar. Prontos?


Dá pra entender o que eu quis dizer?

Uma repórter ligou no salão e perguntou quem era Marlon Bruno, que era escritora de uma revista da editora Abril e sem mais delongas pediram para que ela me ligasse no dia seguinte.

O que ela queria era saber sobre tipos de tratamentos capilares existentes em salões e alguns que também podem ser feitos em casa.

Dentre os 10 que ela citou, na verdade só existem 7. Isso porque 4 eram a mesma coisa, ou seja, escova progressiva com formol, camuflada com nomes bonitinhos.

Eu já falei aqui no blog sobre alguns dos 7 tratamentos, você pode conferir a lista deles na matéria onde comentei sobre a entrevista que dei para a revista:



O que tenho visto é um monte de profisisonais (e blogs) falando ultra bem da plástica capilar. Por que ela deixa os fios disciplinados, porque deixa os fios com brilho, porque deixa os fios baixinhos...

Mas a progressiva com formol (que é proibida e me tornei um odioso dessa prática) também faz isso. Então qual a diferença? NENHUMA.

O que tem acontecido no mercado é que como a progressiva ficou batida e perseguida os profissionais acabaram por dar nomes diferentes ao mesmo procedimento. Chamam-na de Plastica Capilar, de Botox Capilar (falso), de Realinhamento Fio a Fio, Fios de Ouro, Cristalização...

Falta de conhecimento.

E para não ficar de fora das novidades sobre cabelos, e sem conhecimento, assine nosso FEED gratuitamente com seu email e receba matérias em primeira mão assim que publicarmos, direto na sua caixa de entrada.

Agora vamos levar para a prática. Vou simular aqui uma conversa entre a pessoa e dois profissionais diferentes, o primeiro falando da progressiva com o nome original e o segundo falando da mesma progressiva porém com outro nome:

1º = "Para reduzir o volume do seu cabelo o bom seria fazer uma progressiva. Vai ficar ótimo!"...

2º =  "Querida estamos com uma novidade: Nanocristalização Botulínica dos Fios. É um espetáculo, você vai arrasar!".

Agora sejam sinceros: quem vai levar a melhor nessa? O primeiro profissional ou o segundo?

E os dois procedimentos são a mesma coisa.

O problema é que as pessoas querem novidade, no entanto não se importam em verificar a idoneidade do produto. Creio que por confiar no cabeleireiro ou porque simplesmente querem fazer algo diferente para se "sentirem" bem com os cabelos.

Só que cabelo bom é cabelo bem tratado, bonito e sem danos.

Eu mencionei acima sobre o Botox Capilar e eu já falei que existe o verdadeiro mas, pro conta do engano, criaram o falso, veja:



Normalmente essas plásticas capilares possuem agentes como o ácido glioxílico ou outras variantes (acético, málico, aspártico...) e o pior, colocam no vidro: com 3/10/20 aminoácidos, como se aminoácidos alisassem.

A questão é que tanto profissionais (que dirá então blogueiros!) engolem a industria cosmética sem nenhum controle.

E antes que venham chorar aqui no meu blog, vou logo citar um trecho de uma entrevista do Paulo Persil (Mago das Noivas) que saiu na Cabelos & Cia em Abril de 2012 (vi semana passada):

C&C: Os nossos Cabeleireiros são pouco informados?
Paulo Persil: "Em muitos lugares eles só tem acesso a curso feitos de qualquer forma, muitas vezes oferecidos por empresas que lançam produtos e jogam as infomações para cima deles, sem qualquer critério. E eles consomem, porque a profissão explodiu, mas a educação não acompanhou esse crescimento frenético. Todos os anos surgem no mercado milhares de profissionais sem uma formação adequada"

Quando li essa entrevista logo pensei: "poxa que bakana, um profissional Top falando o mesmo que eu falo a tempos no blog e no salão."

Mostrei e tenho mostrado a entrevista para minhas clientes, mesmo que a revista já tenha 1 ano.

Portanto amigos leitores, profissionais e não profissionais, observem com cuidado o que estão lhe oferecendo. Não vá na idéia de representantes que chegam vendendo produto com o argumento de "meu produto é do país tal, porque o salão tal e o salão tal usam, porque a atriz fulana de tal fez"...

Não importa quem usa ou deixa de usar!

O que importa é que seu cabelo (não profissionais) e a sua credibilidade (profissionais) são únicos e se abalados ninguém vai lhe oferecer o ombro para chorar.

O que carrego comigo quero deixar aqui para os profissionais:

"O que conquistei com suor, dificuldade, dias sem almoço, horas lendo, finais de semana em cursos, dias saindo do salão à 1 da manhã, não irei perder com a dica de alguém que não sabe nem mesmo o que está vendendo ou por conta de alguns reais a mais"... (MB)



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 10 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG. Ex-professor de cabeleireiro em uma das maiores escolas de BH, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Tem se destacado na internet através do blog Cabelos E Sonhos por levar conhecimento com fundamento e técnica para o público consumidor e profissional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...