Postado dia 10 fevereiro 2014

Nanotecnologia nos produtos para cabelos




Olá leitores do Cabelos E Sonhos.

Hoje resolvi falar de um assunto que já comentei aqui no blog até mesmo mencionando produtos mas nunca falei precisamente disso, e de forma alguma espero esgotar esse assunto tão vasto. Mas de alguma forma quero que você leitor entenda a importância dessa tecnologia de uma maneira fácil e bakana de entender.

Dá pra ver?



Há algum tempo temos ouvido falar em nanotecnologia. Seja em qualquer área existem muitas controvérsias sobre a nanotecnologia.


Mas o que nos interesse e o que fez você vir aqui a este humilde blog é falar sobre cabelos.

A nanotecnologia quando usada para formular produtos para cabelo é muito benéfica porque trata as propriedades de uma forma mais precisa. Vou explicar um pouco melhor mas sem adentrar demais no assunto que foge à minha capacidade.

A nanotecnologia é usada e tem sido pesquisada para levar melhores condições de vida ao ser humano uma vez que visa a trabalhar com os átomos de uma forma que deixe os mesmos mais estabilizados. Isso faz com que a matéria trabalhada (produto) seja mais fiel ao que se propõe, como recuperar os cabelos, por exemplo.

Em relação aos cabelos quando se trabalha a produção de um produto com nanotecnologia essa faz com que a fidelidade da proposta do produto seja mais visível.

Eu costumo fazer a seguinte comparação: imagine a roda de um caminhão e imagine um grão de açúcar. É a diferença mais básica possível entre a nanotecnologia e uma outra tecnologia empregada na produção de cosméticos capilares (produtos para o cabelo).

Quando um produto é formulado, valendo-se da nanotecnologia, temos uma maior garantia que o tratamento proposto por aquele produto será mais eficaz.

Vejamos a comparação entre um produto formulado com óleo de Argan, por exemplo.

Em uma determinada marca eles usam apenas tecnologia de mistura simples. Obviamente será aquele produto que normalmente você compra em potes de 1kg ou 500gr (não é regra) e paga menos que em um sanduíche em uma rede de fast food (lanchonete).

Já outra marca investe em tecnologia e produção, em pesquisa, e desenvolve produtos que são reconhecidos no mercado, queridinho pelas atrizes e que realmente trazem resultados. Quando usados no salão o profissional consegue resultados bem satisfatórios. Esses produtos normalmente só são encontrados em salões para venda ou fora do país.

Por outro lado o produto produzido com nanotecnologia será aquele onde o óleo de Argan é trabalhado de uma forma que seus átomos são manipulados de uma forma a extrair o máximo da sua capacidade de penetração, impregnação, absorção, dentre outras funções. 

Sendo assim o fio que recebe esse último produto, o absorverá quase que automaticamente ao toque do produto no cabelo. Tão logo o produto é administrado pelos fios ele já procura as partes mais danificadas e as repara.

Sendo assim eu pergunto para vocês: qual você iria preferir?

Infelizmente ainda não há uma grande produção por parte da industria cosmética nesse sentido mas algumas investem e são pioneiras nesse aspecto que será muito benéfico para os fios.



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...