Postado dia 27 janeiro 2015

Qual progressiva fazer após o relaxamento




A escolha pela progressiva como meio de redução de volume é algo que, no Brasil principalmente, se tornou quase que algo natural. Muitas mulheres, e homens também, acabam procurando o procedimento para reduzir volume e alguns preferem, inclusive, fazer após o relaxamento. Mas existe uma progressiva ideal para fazer depois do relaxamento?



Feito certo o resultado é bom
Por querer diretamente o "finalmente" muitas pessoas acabam colocando o pé entre as mãos. E digo isso porque  não basta saber qual o melhor relaxamento, ou a melhor progressiva. Cada cabelo é um cabelo e por isso cada cabelo responderá melhor a certos relaxamentos do que outro.

Na minha opinião profissional, o certo a se observar ou procurar saber, não é que tipo de progressiva é mais adequada para se fazer após o relaxamento.

O certo é procurar saber se o cabelo está em condição de se fazer uma progressiva já que seu cabelo passou por uma mudança, qual seja o relaxamento. E isso é, na minha opinião técnica, o mais adequado e necessário. Por isso vou aqui, antes de continuar a matéria, sugerir que você leia sobre reconstrução de cabelos com relaxamento:


E uma dica que dou para você que gosta de ficar sempre pro dentro de novidades é seguir nosso Instagram @cabelosesonhos, tem coisas que só postamos lá ok.

O relaxamento, quando feito nos cabelos afina o fio pois, vamos dizer assim, compacta os fios. Não é um afinamento ruim, ou danoso ao fio. Claro que sabemos que qualquer química agride e danifica os fios, e o que podemos e devemos fazer é tratar os mesmos para ficarem fortes e resistentes e recuperar os mesmos.

Já a progressiva, dependendo do tipo, como a de ácido glioxílico, afina os fios de uma maneira danosa pois afina os mesmos através da acidificação. Isso causa um grande prejuízo para os fios e recupera-los é ainda mais difícil. Veja mais detalhes sobre a acidifição para que você mesma tome e tire suas conclusões:


Daí vem a pergunta: qual progressiva devo fazer após o relaxamento então? Eu digo o seguinte: evite progressivas que tenham ácido glioxílico e também aquelas manipuladas por cabeleireiros, que são mais antigas, feitas com formol e queratina ou formol e creme. Além de serem proibidas são também prejudiciais.

Sei que muitos vão perguntar por marcas e pedir indicação, mas como é ética do blog não indicar marcas, já dei a dica acima do que não fazer, sendo assim fica bem mais fácil você escolher, não acha?

Marca não faz diferença e sim a condição do fio. Mas uma coisa reitero: não faça procedimentos seguidos no cabelo sem dar condição ao fio de se submeter à eles. Para o bem do seu fio.



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...