Postado dia 04 março 2016

A verdade sobre lavar o cabelo com condicionador Co Wash




Co-wash é a técnica, ou estilo, de lavar os cabelos com condicionador somente, dispensando assim o shampoo. Esta técnica vem sendo discutida e ganhando adeptos fiéis em todo lugar, muitos sem saber o real motivo vão em busca de cabelos melhores. Vamos falar um pouco sobre esse assunto aqui.




Como?

Você já reparou que em tudo que fazemos existem duas correntes, posições, opiniões? É assim no Direito, é assim na Educação Física, na Nutrição, e em vários ramos de nossa sociedade. Seria diferente com cabelos? Não.

Entretanto é diferente quando você vê nutricionista x nutricionista, personal x personal, e por aí vai. Mas veja que estou falando de profissional x profissional. Mas quando a questão começa banalizar e vira opinião diferente entre profissional x blogueira/testadora/ganhadora de produtos, aí são outros 500.

Antes de continuar a matéria vou sugerir você seguir nosso Instagram @cabelosesonhos onde postamos nossos trabalhos do salão.

O Co-wash é também uma das técnicas do ramo do Low Poo/No Poo. Para se situar confira o que falei sobre estas técnicas:

O Co-wash, basicamente, seria lavar os cabelos utilizando-se de condicionador ao invés de shampoo, mesmo os sem sulfato e por aí vai. Quem diz ser adepto do Co-wash afirma que limpa bem os fios, que deixa os mesmos muito hidratados e com menos indisciplina.

Já fui questionado sobre isso e sempre me posicionei dizendo que "condicionador é, como o próprio nome diz, um agente condicionante, que não serve nem mesmo para dar hidratação adequada aos fios, o que deve ser feito por máscaras". E mesmo tendo conhecimento disso e de algumas questões químicas, resolvi trocar figurinha com um colega de profissão com um diferencial: ele é farmacêutico daqueles que estudam, estudam, e quer sempre estar na frente também:

Perguntei ao Daniel Saphiro (cabeleireiro e farmacêutico) o que ele tinha a me dizer sobre essa questão de lavar os cabelos com condicionador. Pedi a ele a explicação química aplicável ao caso concreto, e o que ele me disse:

"Marlon, o condicionador é nada mais que um produto, uma massa, que possui eu sua fórmula agentes condicionantes. Por isso seu nome condicionador. Nada além. Ele pode sim ter óleos, nutrientes, dentre outros ativos, mas isso não faz dele um produto hidratante por sí. Ele é um condicionador. A questão é que por ser um agente condicionante ele possui óleos, e como na química sabemos que existe o principio do semelhante remove semelhante, o condicionador ao ser aplicado no fio, quando enxaguado leva junto consigo o óleo que porventura esteja no cabelo. Isso não significa em hipótese alguma que ele está limpando o fio, até porque a sujeira do cabelo não se resume de forma alguma à oleosidade pura e simples. E o controle de fungos, dentre outros aspectos como fica? Também tem a questão de que existem os folículos pilosos e suas aberturas. Sabemos que folículos obstruídos podem vir, inclusive, a serem perdidos. Isso mesmo, morte folicular, o que resultará até na não formação de mais fios. Sem contar que quando não se usa o shampoo, seja ele com ou sem sulfatos, não se faz assepsia correta do couro cabeludo, e isso facilita na proliferação de fungos, que podem causar ptiriase, dermatite seborreica e, como dito, até morte folicular. O cabelo ama óleo, sabemos disso, por esse motivo quando lavamos o cabelo com shampoo o aspecto fica menos bonito do que quando o fio está pouco mais oleoso. Já quando utilizamos o condicionador o fio abaixa, fica calmo, e isso se dá pelo fato de o mesmo ser envolvido pelo óleo que geralmente tem no condicionador, ou nos agentes condicionantes. O que não quer dizer que hidrata os fios. Assim também o tipo de sulfato que os condicionadores possuem não são suficientes para limpar os fios. Diga se de passagem sulfatos e agentes surfactantes são diferentes, o que também gera confusão na hora de escolher o shampoo".

Ficamos um bom tempo falando sobre essa questão e ele até me falou de um produto que a Redken, marca da qual temos bom conhecimento, está lançando que seria um condicionador que lava os fios, mas que não tem nada a ver com um condicionador e que não teria a ver com a questão do Co-wash.

Ainda discorremos sobre questões de progressivas e tratamentos adequados para cada tipo de cabelo trocando experiencias e situações que passamos.

Mesmo tendo conhecimento sobre os princípios mais básicos de tratamento de cabelo eu quis ouvir a voz de um especialista na área de formulação química (farmácia) e não mudou nada do que eu já pensava, pelo contrario, acrescentou em muito no que eu já dizia.

Já li relatos de homens que pararam de usar shampoo e passaram a usar somente condicionador e afirmam que os fios estão maravilhosos, que nunca mais espetaram e coisas do tipo. Não duvido. Mas aqui estou apresentando o que realmente pode vir a acontecer com essa pratica.

Como disse o Daniel (parecia até eu falando), com cabelo e pele não se brincam. É verdade. Aqui no salão recebo pessoas que seguindo dicas de blogueiras, chegaram a comprar 20/40 produtos diferentes e mesmo assim continuavam com o cabelo horrível! Como pode?

Lembro de 2 casos específicos onde uma trouxe uma mala, isso mesmo, MALA, de produtos, todos importados, e mesmo assim o cabelo estava o "Ó". E a outra veio com quatro sacolas daquelas de papel de shopping, cheias de produtos, mas que não tinham resolvido nada. Lembro ainda de uma outra que não podendo trazer os produtos, pois morava em uma cidade do interior, escreveu o nome de todos eles em uma folha de caderno (dos 2 lados) para que eu visse.

É incrível como na internet tem blogueira CTRL+V! Você vê todos falando a mesma coisa, as mesmas matérias, com as mesmas dicas. Nada contra. Mas até que ponto vale a pena simplesmente escrever matéria para não perder rank no google, ou para ter uma artigo a mais no blog para que o Google liste o mesmo nas buscas?

Tentem pegar UMA ÚNICA matéria daqui que eu tenha copiado ideia de outro blog. Se acharem eu excluo esse blog!!!! Sabe por que? Porque todas matérias aqui escritas saíram da minha cabeça, das minhas experiencias, dos meus dedos, do meu conhecimento adquirido em cursos, em leituras (não leituras de blog) mas leituras cientificas, pesquisas.

Talvez você ache estranho eu falar que não leio blog, já que você lê. Sim, pois eu escrevo, você leitor, que tanto respeito, tá certo em ler blogs, são gostosos de ler não é (espero que esse seja um deles) mas eu não, eu não posso ser um repetidor de matérias, tenho que buscar o que no Direito chamamos de embasamento teórico e pratico.

Imagino que muitos irão vir aqui xingar, querer debater, agredir minha opinião, mas já deixo uma dica para os tais: não gostou, não concorda? Não acesse mais o blog. Se você é um daqueles que escrevem nos comentários "esse blog não me ajuda em nada" não leia-o mais, nem indique a ninguém. Uma hora ou outra quem precisa chegará aqui.

E para não parecer que estou fora do contexto do Co-Wash, enquanto eu estiver aqui (e aqui somos faca na caveira) eu vou desmistificar essas modinhas que muitos difundem com o objetivo de serem admiradas pelos leigos. E vou fazer de tudo, cada vez mais, para levar, DE GRAÇA E SEM FAZER BARGANHA COM FABRICANTES DE PRODUTOS PARA GANHAR OS MESMOS, conhecimento a vocês leitores.

O que eu peço em troca? Que vocês coloquem em prática o que eu digo. E também peço uma coisa: você não tem um blog para ajudar seus amigos, ou aquelas centenas de pessoas no seu facebook ou whatsapp, mas você pode dar um clique ali em cima em compartilhar e espalhar as matérias daqui, seja no Face, no Whats, ou em outra rede.

Portanto, lavar é lavar, condicionar é condicionar, hidratar é hidratar, proteger é proteger (leave-in) e enganar é enganar.

P.S=  livre, leve e limpo, como dito na foto, pra mim, somente com shampoo, ainda que Low Poo.

P.S²= Sei que muitos vão perguntar se indico algum tipo de shampoo Low Poo, por isso já adianto: Curvaceous Redken e/ou Low Poo Marie Solti (esse tem banner aqui no blog).



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...