Postado dia 19 junho 2013

Causas do Frizz nos Cabelos




Olá leitores do Cabelos E Sonhos.

O que causa frizz nos cabelos? O que deixa os cabelos com aqueles arrepiadinhos? Hoje vamos salientar alguns pontos importantes que irão ajudar no combate desses fiozinhos miseráveis que tanto atormentam as mulheres em geral.

Linda.....mas com frizz


Esses dias atendendo uma cliente que faz cauterizações, hidrata, e tem  cabelo bem bakana, percebi algo que das últimas vezes não tinha encontrado: frizz.

Mas o frizz estava bem disfarçado (miserável!) no meio da cabeleira. Não era no topo da cabeça e sim no comprimento o que dificulta a percepção e identificação do mesmo.

Sendo assim, como ela tinha vindo fazer uma cauterização a frio (que deve ser feita mensalmente) e após fazer a anamnese e perceber o frizz optamos por forçar a disciplina e controle do frizz juntamente com a força, tudo dentro do CCB.

Em outra oportunidade eu falei um pouco sobre como retirar o frizz dos cabelos, veja:


Mas o que me intrigou foi que ela é uma pessoa disciplinada e não tinha motivos para estar com frizz, por conta das hidratações e cauterizações regulares, então comecei a fazer alguns questionamentos.

Ela é enfermeira e lida com muito material metálico, além de usar aquelas toucas descartáveis de TNT. Então percebemos que o TNT, que pode ser fabricado de materiais sintéticos como o poliéster é um dos grandes contribuintes para o frizz dela.

Existem tantos contos e fábulas sobre o frizz. Inclusive sobre como retirar o frizz do cabelo ou o que acaba com o frizz. 

Neste aspecto eu acabei falando sobre o pente de madeira, muito usado e recomendado para retirar frizz do cabelo, mas até onde essa máxima é verdadeira? Confira você mesmo:

Então resolvi aqui fazer uma pequenina lista de causas do frizz:

  1. Estar sempre isolado: eu por exemplo. Sempre tirando o tênis, sapato, e calçando outra coisa, ou seja, sem contato algum com o solo descalço. Isso acumula cargas, o que faz com que os fios sintam também o frizz;

  2. Usar materiais metálicos: principalmente se você estiver enquadrado na hipótese acima ou se estes materiais também são carregados com algum tipo de carga;

  3. Não condicionar os fios: o nome mesmo já fala. CON-DI-CI-O-NAR. Se você lava os fios e não condiciona os mesmos (salvo no dia da hidratação/cauterização) você não devolve à ele a condição natural, o que deixa os fios mais propensos a absorver qualquer tipo de carga mais facilmente;

  4. Químicas mal sucedidas: principalmente em relaxamentos onde a pressão osmótica não é retirada corretamente ou onde o alisante não é corretamente neutralizado e removido;

  5. Contato com meio enérgico: como televisão, computador...

Existem outras causas de frizz mas essas são as mais comuns e devem ser evitadas, óbvio que não há como evitar algumas mas há como prevenir.

Usar um bom leave-in, por exemplo, é uma ótima idéia tendo em vista que o defrizante visa controlar a carga negativa dos fios.

Deixe um comentário falando sobre sua relação com o frizz, se tem, já teve, o que fez para sumir com eles...



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...