8 Relaxamento e Alisamento de Guanidina: O Que é? Como Fazer? - Cabelos E Sonhos

Postado dia 31 outubro 2012

Relaxamento e Alisamento de Guanidina: O Que é? Como Fazer?




Olá leitores do Cabelos E Sonhos.

Dizem que em terra de chapinha quem tem cachos é Rainha. Não sei até onde isso é verdade mas achei show de bola a frase que uma menininha cacheada escreveu em um papelão na Rio+20 esse ano.

Nessa linha de pensamento o que tenho a dizer é que no Brasil quem não quer alisar quer ficar loira. Ou os dois ao mesmo tempo, por isso resolvi falar de um dos relaxamentos mais feitos por aqui: o de Guanidina.


Mais liso que lutador de jiu jitsu...

O que todos conhecem como Guanidina, na verdade, é um conjugado entre o Hidróxido de Guanidina misturado ao Carbonato de Calcio.

Já ouvi pessoas falarem que a "guanidina é um relaxamento descoberto nas pedras da Amazônia", só que não é bem assim. Na verdade o Carbonato de Calcio é encontrado nas pedras Calcarias. Isso tem a ver.

Mas deixando as tecnicidades de lado, o relaxamento de Guanidina é um tipo de Hidróxido, que por esta forma é também corrosivo. Experimente passar a guanidina no couro cabeludo e deixar alguns minutos. NÃO VAI FAZER ISSO PRA EXPERIMENTAR NÉ!!!

Eu já falei especificamento sobre o componente do relaxamento de guanidina na matéria abaixo:


Para se fazer o relaxamento ou alisamento com a guanidina, são necessários alguns requisitos, tais como teste de mechas, para verificar a compatibilidade, proteção com luvas, pois sendo corrosivo pode causar queimaduras, dentre outros cuidados necessários.

Aqui eu não irei mostrar fotos ensinando a fazer o relaxamento até mesmo porque eu já ensinei em outra matéria onde eu fiz o relaxamento no meu próprio cabelo postando fotos de todo o processo, veja:


O relaxamento de guanidina, por conta do carbonato pode deixar os cabelos esverdeados e/ou amarelados. No caso dos cabelos brancos eles tendem a ficar esverdeados. Nesse caso existe um modo especifico e pratico para remover a cor indesejada.

Uma outra coisa muito importante sobre o relaxamento de guanidina é que ele pode ser feito posteriormente ao relaxamento de hidróxido de sódio mas o contrario não é indicado. Também não é compatível com a Amônia, que é o Tioglicolato de Amônia nem com o Henê.

No processamento do produto não sugiro que fique penteando o cabelo pois o risco de quebra se torna maior. O ideal é que o produto seja aplicado por um profissional que domine extremamente bem o procedimento e a química, e que saiba no minimo o que é pressão osmótica e como remove-la.

Outra coisa é que o relaxamento de guanidina pode ser combinado ou não com as chamadas progressivas desde que respeitadas algumas regras. Também falei sobre esse assunto em uma outra matéria:


Se você um dia se aventurou nesse tipo de alisamento e não deu certo, seu cabelo sofreu corte químico e/ou quebra então o mais indicado é você começar a resolver seu problema de acordo com as regras do CRONOGRAMA CAPILAR BRASILEIRO aqui do blog.

Essa é uma sugestão.

E você já fez ou está pretendendo fazer esse tipo de relaxamento? Conte sua experiência pra gente!


Gostou da Matéria? Comente e/ou Pergunte, mas antes de perguntar siga o blog.

Compartilhe no FACEBOOK e divulgue a matéria lá.

Clique em "LEU?" na barra abaixo e seja um Top leitor.

Siga o Cabelos E Sonhos no Twitter: @cabelosesonhos



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 10 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG. Ex-professor de cabeleireiro em uma das maiores escolas de BH, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Tem se destacado na internet através do blog Cabelos E Sonhos por levar conhecimento com fundamento e técnica para o público consumidor e profissional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...