Postado dia 27 fevereiro 2015

Como saber se o cabelo está quebrando ou caindo




Hoje no salão atendi uma pessoa que chegou desesperada porque os fios estavam "caindo horrores". Entretanto ao analisar o mesmo percebi que não era queda, mas sim, quebra. Então vamos aqui ajudar a identificar a queda e a quebra de uma maneira simples e prática.




Corte reparador de quebra


Primeiramente quero sugerir que você siga nosso Instagram @cabelosesonhos pois lá postamos fotos interessantes, até mesmo de testes de relaxamento e afins, fotos que não postamos aqui. Confira lá.


É muito comum, mais do que você possa imaginar, as pessoas confundirem a quebra com a queda. Diga-se de passagem, em relação às mulheres, 95% dos casos que chegam ao salão é de quebra, mas os mesmos 95% acham que é queda. Feroz não é?

Pois bem.

E resolvi fazer essa matéria porque certa vez, como eu comentava com a cliente citada acima, eu falei sobre a diferença da quebra e da queda, mas não falei como identificar facilmente, e isso passou desapercebido.

Portanto não vou falar das diferenças aqui, já que você pode ler mais detalhadamente na outra matéria, que vou deixar o link aqui pra você conferir:



Quando o cabelo cai observamos uma diferença básica de quando ele quebra. Essa diferença é vista PRINCIPALMENTE no comprimento e pontas. Digo isso porque se um cabelo cai então o fio saiu do couro cabeludo, ou bulbo, ou folículo (antes que alguém venha aqui discutir o ninho dos marfargafos!).

Já se o fio partiu, quebrou, torou, rompeu (lembrou do marfargafo?), então isso se deu em alguma parte do comprimento ou pontas. E aqui vou incluir a proximidade da raiz como sendo comprimento também ok. Isso porque o que importa aqui para nós é a parte interna ou externa do couro cabeludo certo?

Então o que percebemos é que: se o cabelo, quando você junta ele na mão, como se fosse fazer um rabo de cavalo, a densidade na raiz é uma, e, de acordo com a descida para o comprimento, essa densidade vai diminuindo, ao ponto de chegar nos 3 (três) últimos centímetros quase que sem fio nenhum, então isso é quebra.

Para você entender melhor leia sobre a densidade que estamos falando, que você não pode confundir com volume, senão você vai bater cabeça:

Quando temos uma queda de cabelo percebemos que a densidade dos fios é a mesma desde raiz (couro cabeludo) até as pontas. Salvo nos casos em que o cabelo foi, propositalmente, repicado. Já nesse caso observamos que o cabelo tem formato, tem movimento. Não é o caso do cabelo que quebra, que fica com aspecto disforme, com pontas irregulares sem lógica.

Veja que era o caso da foto dessa matéria. Essa moça é uma cliente minha de alguns anos, que deu uma "sumida" e ficou muito tempo sem cortar (quase 1 ano) e quando voltou os cabelos trouxeram a conta, como deveria ser.

Veja que antes do corte que fizemos o cabelo estava tão despontado e quebrado, que, mesmo cortando cerca de 1 (hum) palmo do cabelo (cerca de 10/15 centímetros) ele ficou parecendo que nem tínhamos cortado.

Portanto quebra não tem nada a ver com quebra. Agora consegue entender a diferença?



Sobre o autor:

Marlon Bruno é cabeleireiro a mais de 12 anos e atua no bairro Belvedere em Belo Horizonte/MG, também em salões parceiros pelo Brasil esporadicamente. Ex-professor de cabeleireiro, é Especialista Master Redken e educador pela marca. Presta consultoria para empresas e profissionais. Faz do blog Cabelos E Sonhos sua escola virtual onde compartilha o que sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...